page up
voltar ao topo
Notícias
Namorar Portugal 2014: balanço dos promotores
Março 03, 2014

Ao fim da quinta edição de Fevereiro, Mês do Romance, a que maior número de novas gamas de produtos viu serem lançadas, pedimos aos atuais promotores que possuem produtos Namorar Portugal no mercado, que fizessem um balanço da sua participação.

“Foi para mim um orgulho imenso participar nesta iniciativa que visa enaltecer as nossas tradições culturais. A temática dos Lenços dos Namorados é muito rica e algo que continuarei a explorar na minha linha de joalharia tradicional, esperando dar a conhecer, através do meu trabalho, este projeto e a sua mensagem de amor”, Marco Cruz Joalheiro, autor da linha de joias Namorar Portugal.

“A  parceria da Footnote através da ligação da sua marca ByUs com a marca Namorar Portugal é prova viva da validade de um projeto dinamizador da nossa cultura, economia e promotor do melhor que se faz em Portugal. A procura desta linha de produtos continua a surpreender-nos e o orgulho de fazer parte desta iniciativa é incomensurável”, António Macedo, empresário responsável pela linha de Bolsas e carteiras ByUs e das novas cadeiras de praia Namorar Portugal.

“A parceria com a marca Namorar Portugal foi um enorme sucesso. Como criadoras das Bonecas Namorar Portugal não poderíamos estar mais satisfeitas com os resultados obtidos. Já reconhecíamos a marca e o seu enorme valor, fomos no entanto surpreendidas com a publicidade e prestígio que as nossas "namoradeiras" tiveram durante o Mês do Romance. Gostaríamos desta forma de poder retribuir, agradecendo todo o apoio e afirmando o nosso orgulho por pertencer a esta equipa verdadeiramente vencedora! Queríamos ainda agradecer a todos os parceiros que nos receberam nesta "família" e nos apoiaram durante todo este processo. Já estamos a preparar surpresas para o próximo ano!”, Ana e Amélia Gomes, da pó de Arroz, autoras da Bonecas Namorar Portugal.

“O balanço foi muito positivo e fico muito grata por todo o apoio. Desde o acolhimento ao projeto, no dia da apresentação, que foi uma rampa de lançamento e projeção. Toda esta iniciativa Namorar Portugal foi o encaixe de timing ideal para novos projetos  serem divulgado e expostos a nível nacional, tornando o produto mais forte com esta parceria.  O convívio entre parceiros foi necessário para partilhar opiniões, interajuda e convívio social”, a ilustradora Zaira Costa, autora do projeto “Era uma vez um Lenço…”

“Só tenho a agradecer o facto de fazer parte desta ‘família Namorar Portugal’. É sem dúvida uma boa iniciativa, que valoriza o nosso trabalho: o artesanato”, a artesã Camila Silva, da Mi-linha, autora do mobiliário pintado à mão com motivos dos Lenços de Namorados.

“O balanço da participação dos Sapatos Namorar Portugal é altamente positivo. As iniciativas em que estivemos presentes constituíram um excelente meio de comunicação deste produto, o que nos leva a uma aposta cada vez mais forte e individualizada dos Sapatos Namorar Portugal face à sapataria R.Stivali, dado que este produto tem um valor próprio. O passo seguinte passa, em nossa opinião, pela associação forte dos promotores de produtos Namorar Portugal para sedimentar a cadeia comercial destes”, Nancy Oliveira, sócia-gerente da sapataria R.Stivali e responsável pela gama de sapatos ‘Mensagem de Amor’ e das luvas Namorar Portugal.

“O balanço que faço é mais uma vez positivo. Criou-se muito impacto e notei que as pessoas identificam-se com os produtos e com a marca e há gente que diz «Vila Verde está sempre nos jornais e na televisão». No caso dos meus produtos agora está a acontecer um fenómeno interessante: há lojas que já me procuram e não preciso de ser eu a procura-las, o que me permite ser algo seletiva”, a designer Sílvia Abreu, responsável pela Bicho Bravo e pelos sabonetes, jogos didáticos e produtos de papelaria Namorar Portugal.

“Foi um mês fora de série, muito bom a todos os níveis e seria importante que Namorar Portugal não terminasse agora e permitisse juntar-nos mais vezes para dar força e impulsionar a marca. Quero deixar publicamente expresso o meu agradecimento ao Município de Vila Verde, pela iniciativa”, Adelaide Marques, empresária da DecorVerde e autora do conceito das Cartas de Amor Bordadas, Receitas de Amor e de Amizade.

“Nunca pensei alcançar este reconhecimento. Mais do que vender é as pessoas reconhecerem o meu valor e para mim superou largamente todas as expectativas que eu tinha. Foi um mês excecional. Embora já fosse reconhecida pelos acessórios que criada, o facto de me ter associado à marca Namorar Portugal deu a isto uma dimensão muito grande”, a artesã Marta Chambel, autora dos acessórios de moda Namorar Portugal.

“Foi mais uma vez positivo. A recetividade ao novo produto foi muito boa e a parceria com a Namorar Portugal ajuda sempre bastante a projetar o nome. Não me esqueço que foi desde que assumi esta parceria que consegui dedicar-me exclusivamente a trabalhar o chocolate e criar uma marca, a Chocolate com Pimenta. Realço ainda a união que houve e há-de permanecer entre todos os promotores da marca”, mestre-chocolateiro Pedro Sousa, da Chocolate com Pimenta, que assina a linha de chocolates Namorar Portugal.

“A marca namorar Portugal foi uma boa aposta. Através destes parceiros vemos os Lenços de namorados a serem mais projetados e possibilitar aos mesmos gerarem negócio. Acho que foi e está a ser muito positivo para todos”, Cristina Lopes, há 25 anos a bordar Lenços de Namorados na cooperativa Aliança Artesanal.

“Namorar Portugal, Fevereiro, Mês do Romance foi mais do que um desafio para a Uchi. Foi um orgulho estar diretamente ligado à marca, bem como a um Município como o de Vila Verde. A Uchi procurou corresponder às expectativas, criando um showroom ‘Casa do Romance’ que funcionasse como montra do que se faz de melhor neste concelho. A verdade é que o balanço foi positivo, uma aposta ganha e, desta forma, conseguimos dar início a uma parceria que queremos continuar a fortalecer”, o empreendedor Eurico Silva, autor do conceito Uchi, habitação modular. Coautor do primeiro showroom da marca Namorar Portugal, ‘Casa do Romance’, partiu do módulo destinado a ser ponto comercial e transformou-o num quarto integralmente decorado com produtos Namorar Portugal. A Casa do Romance esteve ao longo do Mês do Romance em exposição junto ao espaço Namorar Portgual.

Fevereiro, Mês do Romance integra o projeto ‘Centro de Dinamização Artesanal- Aliança Artesanal’, aprovado pelo EEC Provere Minho IN, do Programa Operacional Regional do Norte (ON2), Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, com um investimento de 663.028,80 e comparticipado a 80 por cento.