page up
voltar ao topo
Notícias
Durão Barroso recebe Lenço da Europa e realça empreendedorismo feminino em Vila Verde
Março 03, 2014

O presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, foi hoje agraciado com a oferta do ‘Lenço da Europa’, um Lenço de Namorados especialmente bordado para a Comissão Europeia, pelas bordadeiras da Aliança Artesanal, de Vila Verde. O presidente da Comissão realçou “a relevância do projeto no desenvolvimento do empreendedorismo local e na implementação de novos modelos de negócio”.

Uma delegação do Município de Vila Verde e da cooperativa Aliança Artesanal foi hoje recebida em Bruxelas, na Comissão Europeia, por José Manuel Durão Barroso, para apresentar o projeto do Centro de Dinamização Artesanal, futura sede da cooperativa Aliança Artesanal e da marca territorial Namorar Portugal, assim como contextualizar sobre a relevância cultural dos Lenços de Namorados, embaixadores intemporais do artesanato português e a herança que representam em termos de valores globais, de Amizade e Amor.

O encontro incluiu a oferta do ‘Lenço da Europa’, um exemplar de Lenço de Namorados especialmente bordado para assinalar um dos momentos altos de um projeto que conta com financiamento comunitário. Do exemplar realça-se a palavra ‘Amizade’ bordada em vários idiomas, num exemplar que inclui uma bainha aberta a azul e 12 estrelas a amarelo.

Em reação, Durão Barroso mostrou-se muito agradado com a ideia do projeto: “Estou extremamente sensibilizado com esta oferta, especialmente por representar um projeto que fomenta o empreendedorismo feminino e por estar na base do desenvolvimento de novos modelos de negócio na região”.

O presidente da comissão europeia realçou ainda o facto de este ser um bom exemplo de aplicação dos fundos comunitários: “Fico muito satisfeito por saber que os fundos são bem aplicados. Este é um excelente projeto, baseado na preservação e no fomento de um ícone do artesanato português assente em valores fortes e positivos. A forma como está a ser desenvolvido revela um grande potencial para gerar oportunidades de negócio e de emprego a nível local e regional”.

Esta ação integra o projeto ‘Centro de Dinamização Artesanal - Aliança Artesanal’, aprovado pelo EEC Provere Minho IN, do Programa Operacional Regional do Norte (ON2), Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, com um investimento de 663.028,80 e comparticipado a 80 por cento.