page up
voltar ao topo
Notícias
Breakfast romântico e Amoréme por alunos da EPATV
Fevereiro 14, 2014

O dia de S. Valentim só poderia começar de forma romântica, na Escola Profissional Amar Terra Verde, com a recriação da tradição do St. Valentine Breakfast Day, para de seguida Juliana Almeida, aluna de Técnico de Análise Laboratorial surpreender com o creme facial Amoréme…

 

Nem a chuva quebra o romantismo deste dia em Vila Verde. Como é tradição, um requintado pequeno-almoço é servido à comunidade escolar, personalidades convidadas e jornalistas, numa sessão que revela a complementaridade de funções dos cursos de Restauração Cozinha, Bar e Pastelaria. No St. Valentine Breakfast Day participaram o presidente do Município de Vila Verde, Dr. António Vilela, a vereadora da Cultura, Dra. Júlia Fernandes, o diretor da EPTV, Dr. João Luís Nogueira, diretores dos cursos profissionais e ainda o responsável pelo plano de desenvolvimento da atividade do Turismo em Vila Verde, o Prof. Dr. Luís Ferreira.

 

A sessão seguiu no laboratório da EPATV onde a turma finalista do curso de Técnico de Análise Laboratorial aguardava com o novo produto desenvolvido sob a alçada da diretora de curso, Manuela Caçador.

‘Amoréme – Amor, em Creme’ é um novo creme hidratante e rejuvenescedor facial. Entre as suas múltiplas propriedades destaque-se a de rejuvenescer, graças ao ácido hialurónico presente neste cosmético que, todavia, “não contém parabenos”, um químico para conservar os produtos, muito usado em cosmética mas que podem ser tóxicos para as células humanas.

“A ideia de desenvolver este produto foi da aluna Juliana Almeida”, referiu a professora Manuel Caçador. Coube à jovem fazer a apresentação do mesmo e explicar depois o que despoletou esta ideia: “No quintal de casa havia muito aloé vera, sem eu saber que o era. Sugeri à professora criar um creme à base disso e ela concordou”, sintetizou a jovem aluna. O desenvolvimento do produto foi feito por Juliana, que contou com a colaboração de André Ramos, para a PAP (Prova de Aptidão Profissional) de curso e mais tarde da colega Elizandra Rebelo. A turma participou na replicação do produto final apresentado hoje, 14 de fevereiro.

“O nosso objetivo não é lançar no mercado e comercializar produtos. Como uma instituição de ensino, o nosso objetivo é estimular nos alunos a vontade de empreender, criar produtos e lançarem-se no mercado”, salientou Manuela Caçador.

Juliana Almeida já tem noção do que quer para o futuro: “Não penso para já ingressar no ensino superior. Quero trabalhar, empreender, apostar na criação e desenvolvimento de novos produtos, com os conhecimentos que adquiri aqui, para ganhar dinheiro e ajudar a minha família”, revela a jovem futura técnica de análise laboratorial.

Amoréme – amor, em Creme é um cosmético com forte potencial de comercialização. Inspirado nas características dos três concelhos que abarca a Escola Profissional Amar Terra Verde (Terras de Bouro, Amares e Vila Verde), a sua constituição vai precisamente buscar o melhor de cada uma deles: “Inspirado na frescura dos citrinos que vivenciam uma sensação revigorante, na doçura do mel que os transporta pelas urzes das terras mais altas, e o azeite das frondosas oliveiras, que representa a força e a eternidade, o Amoréme um sentimento com tom de renovação constante à cabeça, doçura no coração e robustez no tronco”, pode ler-se na informação oficial do cosmético.

O Creme

“O Amoréme é um creme facial suave com ácido hialurónico. A sua capacidade para reter água é quase mágica mas a firmeza e suavidade eu confere à pele são reais. A sua capacidade de estimular a produção de fibras de colagénio é fundamental para a manutenção da elasticidade cutânea. Sem parabenos, a este creme foi acrescentada a propriedade renovadora de extratos orgânicos de aloé vera. Possui, assim, uma ação profunda e eficiente na pele, restabelece o seu pH natural e promove a regeneração celular e a cicatrização do tecido”.