page up
voltar ao topo
Notícias
Lenços de Namorados. Uma tradição que se reinventou e abraçou a modernidade
Agosto 04, 2020

 

Falar de Lenços de Namorados é falar de amor e carinho. De história e tradição. De um saber da cultura popular que atravessou gerações (remonta ao século XVIII), abraçou a modernidade e se tornou um símbolo da identidade nacional.

Ontem, panos brancos de linho onde as jovens raparigas bordavam com linhas coloridas os símbolos do amor e da natureza, as quadras apaixonadas com que declaravam amor ao seu pretendido.

Hoje, fonte de inspiração de artistas, artesãos, estilistas e empresários das mais variadas áreas, que os adaptam e reinventam. Que os utilizam como fonte de inspiração e estímulo criativo. Como motor de dinamização económica e social, continuando a transmitir mensagens de amor, afeto, paz e amizade.

Hoje, num mundo que, cada vez mais, precisa de amor, os Lenços de Namorados são um dos candidatos à final regional das 7 Maravilhas da Cultura Popular. Para votar e ajudar a eternizar esta genuína tradição, basta ligar para o 760 207 825.

Recuperados e preservados pela aliança Artesanal, abrilhantados pelo Concurso Internacional de Criadores de Moda e celebrizados pela marca Namorar Portugal. Os Lenços de Namorados reinventaram-se e abraçaram a modernidade.

Do baú para as mãos das bordadeiras da Aliança Artesanal

A Aliança Artesanal - Centro de Dinamização Artesanal nasceu nos anos 80 para tirar os Lenços de Namorados dos baús. Um trabalho de recuperação, preservação e recriação desta bela forma de arte que nos foi legada pelos antepassados, transmitindo-a às gerações mais jovens.

No século XVIII, os Lenços foram símbolo da emancipação feminina. No coração do Minho rural e conservador, com rígidos costumes, era a mulher que dava o primeiro passo e declarava o seu amor. Dois séculos depois, voltou a cumprir o mesmo desígnio. Permitiu às bordadeiras arregaçarem as mangas e tomarem conta do próprio destino, fazendo da arte de bordar o seu sustento.

O brilho da passerelle

Depois, saltaram para a passerelle, servindo de inspiração a designers de moda e estilistas. Criações modernas e arrojadas que incorporam os motivos dos Lenços de Namorados, numa aliança harmoniosa entre tradição e modernidade.

O Concurso Internacional de Criadores de Moda já vai na XVII edição. O talento consagrado de estilistas e modelos de renome caminha lado a lado sob as luzes da ribalta com o talento em potência de jovens que encontram no evento uma montra privilegiada para exporem todo o seu potencial no mundo da moda.

A iniciativa evoluiu para a Gala Namorar Portugal. A decoração de requinte, a gastronomia de excelência, os espetáculos culturais… A 14 de fevereiro, celebridades nacionais da moda, música e televisão rumam a Vila Verde, juntando-se a centenas de casais enamorados para uma noite de elegância, glamour e amor. Muito amor!

É a noite de namorados mais romântica do país e foi reconhecida como ‘Evento de Interesse para o Turismo’, atribuído pelo Turismo de Portugal IP.

À conquista do país e do mundo

O crescente interesse por esta genuína tradição levou à criação da marca territorial do Município de Vila Verde, a Namorar Portugal. Estava lançado o desafio ao mundo das artes e dos negócios para incorporarem os motivos dos Lenços de Namorados nas suas criações/produtos.

A resposta não poderia ter sido mais contundente. Hoje, a marca conta com mais de 70 parceiros, de Norte a Sul do país, nas mais diversificadas áreas de negócio (têxtil, calçado, acessórios de moda, mobiliário, artesanato, agroalimentar, decoração do lar…).

Conta com milhares de produtos no mercado, espalhados pelos quatro cantos do mundo, que têm contribuído para consolidar os Lenços de Namorados como um dos maiores símbolos da cultura popular portuguesa e da identidade nacional. Que têm contribuído para perpetuar esta bela e antiga forma de arte. Para disseminar mensagens de carinho, afeto e ternura.

O mundo precisa de amor. Para votar nos Lenços de Namorados para as 7 Maravilhas da Cultura Popular, basta ligar o 760 207 825.