page up
voltar ao topo
Notícias
Mostra de talento e criatividade com a apresentação de cinco novas linhas de produtos Namorar Portugal
Fevereiro 19, 2020

 

O Espaço Namorar Portugal foi palco de uma autêntica mostra de talento e criatividade com a apresentação de cinco novas linhas de produtos Namorar Portugal, no dia 19 de fevereiro, pelas 11h00. Apesar da diversidade, todos comungam na inspiração, os motivos dos Lenços de Namorados.

A sessão começou com os trabalhos de loiça pintada à mão de Rosa Araújo, com candeeiros, porta-velas e outros artigos em cerâmica para a decoração do lar. Por sua vez, a Home Sweet Miniatures inovou e apresentou este ano puzzles 3D de bonecas em madeira. Os mais novos não foram esquecidos e ganharam lugar de destaque na linha Ternuras, de Rosa Simões, em que brilham peluches para bebés e vários utensílios relacionados com a maternidade. Tempo de seguida para os moldes em gesso para decoração e um móvel pintado à mão pela artesã Juliana Gomes. De seguida, Maria de Jesus Martins deu a conhecer a coleção A Minhota, S. Tiago e a Peregrina, em que pontuam bonecos de pano com trajes típicos do Minho, bem como figuras ligadas à religião e aos Caminhos de S. Tiago.

As mesas estavam repletas de novos produtos, produzidos com todo o carinho pelas mãos das parceiras da marca, e a vereadora da Cultura do Município de Vila Verde, Júlia Fernandes, falou de um “cenário bonito e muito bem preenchido” e de coleções “cheias de cor e brilho que lançam mensagens de amor tão próprias da marca Namorar Portugal”.

A apresentação ‘Loiça Pintada à Mão Namorar Portugal’ levou os motivos dos tradicionais Lenços de Namorados ao mundo da cerâmica. Rosa Araújo criou candeeiros coloridos para iluminar os lares, porta-velas e outros artigos de decoração do lar. Na família Namorar Portugal há cerca de quatro anos, a artista referiu que pertencer à marca é “uma mais-valia para o artesão, porque neste espaço também se vende muito”.

A pensar especialmente nos bebés e nas mamãs, foi lançada a ‘Linha Ternuras’, de Rosa Simões. Com uma coleção delicada de mochos, estrelinhas e nuvens em peluche, bem como outros objetos personalizáveis relacionados com a maternidade, a criadora pretendeu criar um “produto mais terno, mas sem esquecer o tema dos Lenços de Namorados”. Teceu, ainda, rasgados elogios ao Município de Vila Verde e à Aliança Artesanal que “conseguem dar a conhecer o produto e têm sido incansáveis”.

A Home Sweet Miniatures também apresentou uma linha direcionada para um público mais infantil e para proporcionar momentos de brincadeira e diversão. Anabela Oliveira contou que optaram por escolher uma “boneca de madeira em puzzle, que dá para pintar com marcador e guardar mesmo assim”. O objetivo é criar momentos lúdicos, com a montagem do puzzle aliada à pintura, que vão despertar a criatividade e imaginação dos mais jovens.

A ‘Linha Infinito’ foi lançada pela artesã Juliana Gomes. A coleção inclui moldes em gesso para decoração do lar que, segundo a artesã, “podem ser personalizados com os motivos dos Lenços de Namorados ou ao gosto do cliente”. Como forma de promover a sustentabilidade, apresentou também um móvel reutilizado “que ganhou uma nova vida e também um novo valor” pintado à mão com os desenhos e dizeres da genuína tradição do Minho.

Por sua vez, Maria de Jesus Martins deu a conhecer uma linha de bonecos em pano envergando trajes tradicionais do Minho, ‘A Minhota, S. Tiago e a Peregrina’, numa alusão aos peregrinos que trilham os Caminhos de S. Tiago. “Fiz o S. Tiago, os peregrinos e as minhotas para ver se levam esta linda maneira de trabalhar os bordados a caminhar pelo mundo inteiro”, explicou Maria de Jesus Martins, que aproveitou para assinalar o “trabalho magnífico que o Município está a fazer e a inovar cada vez mais”.

O presidente do Município de Vila Verde, António Vilela, fez questão de elogiar os cinco parceiros pelo facto de “engrandecerem a Namorar Portugal e serem uma mais-valia neste processo de divulgação”, bem como por estarem “na marca há vários anos sempre a criar e a produzir”. O autarca deixou votos de sucesso para as novas linhas, sublinhando a simbiose que existe entre a marca e os parceiros. “O sucesso de cada um é o sucesso da marca e é uma alavanca para que o processo de crescimento possa acontecer”, frisou.

O papel do Espaço Namorar Portugal não foi esquecido por António Vilela, que falou de um “local emblemático de Vila Verde, mas também da região”, com produtos que “podem ser encontrados em várias partes do país e do mundo”. Relembrou ainda a “capacidade criativa e talento de quem dá a cara pela marca, que conquistou muitos territórios e especialmente pessoas”.