page up
voltar ao topo
Notícias
Namorar Portugal. Real Farma apresentou sabonetes, hidratante e batom do cieiro artesanais!
Fevereiro 26, 2019

 

A tradição continua viva e os motivos dos Lenços de Namorados continuam a inspirar artistas, marcas, empresas, artesãos, associações e as mais diversas instituições. De tal forma que, atualmente, a densa e apaixonante programação ‘Fevereiro, Mês do Romance’ se estende ao longo de 38 dias consecutivos com mais de uma centena de iniciativas de celebração do amor. Uma vitalidade assinalável da marca territorial do Município de Vila Verde, que, hoje (26 de fevereiro), regressou ao concelho de Braga para a apresentação da nova linha de produtos Namorar Portugal da Real Farma. Uma coleção que conta com sabonetes, hidratante e batom do cieiro totalmente artesanais, vocacionados para os bebés e crianças, apesar de poderem ser utilizados por pessoas de todas as idades.

 

A apresentação da nova linha ‘Sabonetes Namorar Portugal’ ficou a cargo de Ana Sampaio. A representante da empresa começou por revelar que, para já, estes produtos estarão à venda na Real Farma, em Real (Braga), e no Espaço Namorar Portugal, em Vila Verde, mas outros pontos de venda se podem seguir. Uma linha destinada aos bebés e crianças, mas que que também serve para os adultos. “O hidratante é 100% natural, com amêndoas doces e manteiga de karité. Não tem químicos, não faz mal à pele dos bebés. No caso dos sabonetes, as glicerinas são de excelente qualidade, sem químicos adicionados, apenas aroma e cor”, referiu Ana Sampaio. A pomba predomina na decoração das embalagens, mas também há sabonetes em forma de coração e com cores diversas. O batom do cieiro é uma das novidades da edição deste ano e promete deixar os lábios macios, hidratados e bem cheirosos. Além da possibilidade de adquirir os artigos individualmente, os clientes também podem adquirir um dos pacotes de produtos ou conjugar os artigos e criar os seus próprios conjuntos.

A sessão contou com a presença do presidente do Município de Vila Verde, António Vilela, e da vereadora da Cultura, Júlia Fernandes. Os representantes da edilidade vilaverdense não pouparam elogios aos cativantes produtos apresentados na Real Farma, que, à semelhança dos do ano anterior, terão certamente grande aceitação junto do público. Mais uma empresa bracarense que permanece de pedra e cal na grande família Namorar Portugal. Uma entre várias provas inequívocas do papel desempenhado pela marca territorial do Município de Vila Verde na dinamização da economia, na promoção da cultura e na valorização das artes e saberes tradicionais. Uma marca que espelha de forma cristalina a imagem do concelho de Vila Verde. Um concelho que abraça os desafios futuro sem esquecer o passado. Que encontra nas suas raízes uma alavanca rumo à modernidade e ao progresso.