page up
voltar ao topo
Notícias
Nova linha da Artecouro e Bolo do Mês do Romance para um amor que se vê e se saboreia!
Fevereiro 13, 2019

A marca Namorar Portugal continua levar a tradição e cultura vilaverdense a diversos pontos do país. Foi na terça-feira, dia 12 de fevereiro que, pela manhã, a Casa da Memória de Guimarães acolheu a apresentação da nova coleção da Artecouro. Calçado para todas as idades (senhor, senhora, criança, bebé...) e acessórios de moda foram as apostas da empresa vimaranense para a linha 'A Arte a Namorar'. Mais tarde nesse dia, aconteceu o Concurso Bolo Mês do Romance, promovido pela Associação Comercial de Braga (ACB) e inserido na programação ‘Fevereiro, Mês do Romance’, do Município de Vila Verde. A iniciativa ocorreu nas instalações do Município e contou com sete pastelarias vilaverdenses a concurso. Os mestres pasteleiros foram desafiados a criar um amor doce para degustar a dois e não deixaram créditos por mãos alheias, com propostas de fazer crescer água na boa. Estão todos de parabéns, mas no fim só poderia haver um vencedor e, este ano, o lugar mais alto do pódio foi para a Pastelaria Luena. As Pastelarias Babá e Pão D'Oiro receberam menções honrosas.

Foi na cidade berço que a Artecouro apresentou a nova coleção ‘Arte de Namorar’. Desde que se associou à marca Namorar Portugal a empresa vimaranense tem apresentado coleções que são sinónimo inequívoco de tradição e vanguarda. O volume de negócios continua a aumentar a passos largos e continua a apostar nos acessórios de moda feitos em cortiça e couro, inspirados nos motivos dos Lenços de Namorados, mas o grande destaque deste ano vai para o setor do calçado. Dos bebés aos adultos, todos podem usar calçado com motivos inspirados nos bordados minhotos, como referiu o representante da empresa, Jacinto Teixeira, antes de apresentar nova coleção. Os sapatos para senhor e para rapaz são mais discretos, com um leve apontamento. Já as botas de senhora são mais garridas e coloridas. As tradicionais botas canadianas foram revestidas em pele, “não suja tanto e é mais fácil de lavar”, e receberam um topo felpudo para ficarem “mais confortáveis no inverno”. Também há produtos muito diversificados nas áreas criança e bebé. Porta-chaves, luvas, mochilas e malas para senhora inspirados nos motivos dos Lenços de Namorados. Mais um parceiro Namorar Portugal não dá tréguas à criatividade e continua a merecer destaque pela inovação constante e por criar produtos a pensar em pessoas de todas as idades.

Um amor mais doce

A Associação Comercial de Braga (ACB) desafiou mestres pasteleiros da região de Vila Verde a traduzir o amor e o carinho em forma de doce no Concurso Bolo Mês do Romance. A iguaria de massa folhada em forma de coração, adornada com uma camada de leite-creme e decorada com frutos vermelhos criada pela Pastelaria Luena sagrou-se vencedora, tornando-se no bolo oficial desta edição do Mês do Romance. As Pastelarias Babá e Pão D'Oiro receberam menções honrosas. Mário Pimenta, representante do estabelecimento que criou o bolo vencedor, disse estar feliz pelo “reconhecimento de um trabalho diário”. Contou ainda que decidiu “inovar” no fabrico de um produto que conta com frutos vermelhos, “facilmente encontrados na região” e que, pela sua cor, fazem alusão à época romântica que se respira em Vila Verde. A alusão ao tema, o sabor, a originalidade, a apresentação e o formato eram os cinco critérios de avaliação no concurso. Presente na sessão, o diretor-geral da ACB elogiou fortemente as pastelarias em competição pela envolvência “nas dinâmicas do próprio concelho” e por apresentarem “uma qualidade intrínseca extraordinária nos seus produtos”. O objetivo do concurso foi cumprido e foram dadas mostras evidentes do talento e da criatividade. Novos produtos foram criados e agora serão comercializados em todos os estabelecimentos participantes. “Para a organização, todas as sete pastelarias são vencedoras”, concluiu Rui Marques.

Por sua vez, o Presidente do Município de Vila Verde, António Vilela, destacou a iniciativa como uma excelente promoção e divulgação dos produtos de Vila Verde, com grandes benefícios para a atividade económica da região. “Este desafio que a ACB nos lançou é também para encontrarem neste processo uma mais-valia, para divulgarem a vossa pastelaria, mas, sobretudo, para poderem crescer no vosso negócio. Esse é o nosso objetivo”, afirmou o edil. “Temos de atrair as pessoas de fora de Vila Verde através e pela pastelaria, pela qualidade que está patente e pela enorme capacidade criativa, estão aqui autênticas obras de arte”, concluiu António Vilela, sublinhando que a gastronomia e a pastelaria são duas das imagens de marca do concelho. A iniciativa, organizada pela ACB e inserida na programação ‘Fevereiro, Mês do Romance’, contou com a participação de sete pastelarias: a Pastelaria Pão D’Oiro, o Grupo S. Salvador, a Pastelaria da Vila, Pastelaria Luena, Pastelaria Pedro, a Chocolate com Pimenta e a Pastelaria Babá. O júri foi constituído por Rui Marques, diretor-geral da ACB, e por chefes locais conceituados, com vasta experiência em cozinha e pastelaria. O chefe pasteleiro Miguel Barbosa, formador do centro de formação da ACB, e o chefe José Vinagre, formador da Escola Profissional Amar Terra Verde, foram a dupla incumbida da tarefa de provar e avaliar todas os bolos em competição.