page up
voltar ao topo
Notícias
Workshops, novos produtos, exposições… O Mês do Romance arrancou a todo o vapor!
Janeiro 27, 2019

 

O Mês do Romance já começou e arrancou a todo o vapor. No segundo dia da programação truístico-cultural mais romântica do país, a marca Namorar Portugal viajou até Vila Nova de Gaia para dois dias repletos de atividade à beira-Douro. Workshops, espetáculos musicais, exposição de produtos Namorar Portugal, mostras temáticas… Tudo com entrada gratuita. Em Vila Verde, o Espaço Namorar Portugal recebeu duas sessões de partilha de saberes e conhecimentos, o Workshop ‘Desenho e Bordado’, da Decor-Verde, e o Workshop ‘Folha de Estanho – Gravação’, de Elisabete Dias. Ao início da tarde, a artesã Joana Fernandes apresentava a sua nova linha de produtos Namorar Portugal. Após um interregno de um ano para criar saudade, a cortiça está de regresso na coleção ‘Amor de Joana 2019’ que inclui várias propostas para o mercado dos casamentos.

 

A marca territorial do Município de Vila Verde começou o dia a Namorar Portugal no Coração do Cais de Gaia (ver texto à parte) e terminou no coração do Minho. O Espaço Namorar Portugal recebeu, durante a manhã de ontem (26 de janeiro), o primeiro de uma longa série de workshops em que os promotores Namorar Portugal partilham com o público os seus saberes. O pontapé de saída foi dado por Adelaide Marques, da Decor-Verde, uma especialista na matéria. Primeiro veio o desenho e depois bordou-se por cima das imagens desenhadas. Pelo meio, tempo para ensinar várias técnicas, pontos de bordado e até diferentes materiais. Da parte da tarde, entrou em cena a talentosa Elisabete Dias que partilhou com o público a sua arte durante o workshop de gravação da folha de estanho, material que a artesã utiliza nas suas criações.

“Cada vez mais se quer casar e ainda bem, ainda bem para eles e ainda bem para nós!”

Ao início da tarde, ficámos também a conhecer o ‘Amor da Joana 2019’. “Cada vez mais se quer casar e ainda bem, ainda bem para eles e ainda bem para nós!”. Sem papas na língua e com o à vontade de quem, apesar da tenra idade, já anda há muitos anos nestas andanças, Joana Fernandes apresentou a sua nova linha de produtos Namorar Portugal. Após um interregno de um ano para criar saudade, a cortiça está de regresso numa coleção vocacionada para o mercado dos casamentos. Convites, lembranças, decoração da igreja, decoração das mesas… Não faltam opções para tornar ainda mais romântico e inesquecível um dia tão especial. A apresentação da nova linha decorreu na oficina da artesã, em Cabanelas, perante uma sala muito bem composta. A sessão incluiu também a atuação do grupo popular Miguel Costa e Marta e uma largada de balões no final. No ano passado, os produtos do negócio familiar desenvolvido em torno da jovem Joana Fernandes chegaram a 180 casamentos e as perspetivas são de evolução, apesar de continuar a criar produtos destinados para outras áreas do mercado. Joana Fernandes concluiu em jeito de agradecimento, valorizando a aposta do Município de Vila Verde na tradição e nas empresas locais.

Por sua vez, o presidente da Junta de Freguesia de Cabanelas, António Esquível, não escondeu a satisfação pela evolução de um projeto que acompanha desde o início. “De ano para ano vemos a evolução e a enorme criatividade das pessoas neste trabalho. O Município de Vila Verde também tem muita responsabilidade, porque estão sempre presentes e a apoiar. É muito bom ouvir falar de Cabanelas e de Vila Verde pela positiva, levam o nosso nome longe. Tenho muito orgulho”, afirmou o autarca. A vereadora da Cultura do Município de Vila Verde, Júlia Fernandes, também marcou presença na sessão e não poupou elogios. “Como é habitual, a apresentação da nova linha de produtos é uma verdadeira festa. Apesar de já estar com quase 19 anos de idade, a Joana continua a ser a nossa menina e a mais jovem parceira Namorar Portugal. É impressionante. Corre todo o país para participar em exposições e ajuda a colocar Cabanelas e Vila Verde no mapa. Sempre com grande orgulho no que faz e na sua terra. Obrigado por continuares connosco e por nos brindares com excelentes trabalhos”, referiu.

Júlia Fernandes: “Estamos a apostar nas pessoas”

Júlia Fernandes prosseguiu sublinhando a enorme evolução da marca Namorar Portugal, que conta já com 70 parceiros (produtores) e milhares de produtos espalhados pelo mundo. “Temos parceiros com lojas físicas em todos os continentes. Tudo se baseia na nossa tradição. Tudo começou num pano branco de linho que as raparigas bordavam para oferecer ao seu amado”, disse a vereadora da Cultura, referindo-se uma marca com impacto no tecido social e económico da região e do país. Com criatividade e engenho, alguns dos produtores encontraram na marca territorial do Município de Vila Verde a alavanca para revitalizarem os seus negócios e até escaparem de situações de desemprego. “Enche-nos de satisfação. Ao mesmo tempo que promovemos um produto que é nosso, da nossa região, estamos a ajudar a dinamizar a economia e a apostar nas pessoas”, vincou Júlia Fernandes, sublinhando a imensa evolução do projeto. “No início tínhamos que convencer as empresas a aderirem e nem sempre era fácil. Hoje, são as pessoas que vêm ter connosco e perguntam o que têm que fazer para pertencer a esta marca. Foi um caminho bem feito e temos muito orgulho nisso. São as nossas terras, o nosso artesanato, as nossas mensagens de amor que correm o mundo...”, frisou.