page up
voltar ao topo
Notícias
Três workshops, um livro, uma nova linha de produtos Namorar Portugal e um jantar com música ao vivo no último sábado do Mês do Romance!
Março 04, 2018

Está a chegar ao fim a longa maratona que é a programação turístico-cultural ‘Fevereiro – Mês do Romance’ e entrámos agora no sprint final, em que se sucedem iniciativas a um ritmo impressionante. Ontem, 03 de março, o dia começou com uma cerimónia apaixonante, a sessão de inauguração do Cantinho das Noivas, que incluiu também a apresentação de duas novas linhas de produtos Namorar Portugal, da agência criativa Alcateia e da criadora Verónica Teixeira, respetivamente. Da parte da tarde, destaque para o Workshop de Compotas e Vinho Verde (Socalcos do Bouro e Quelha Branca), o Workshop ‘Como Escolher o Meu Bouquet’, (Verónica Teixeira), e a apresentação do livro ‘À Luz do Coração’ (Centro Escolar Monsenhor Elísio Araújo, Agrupamento de Escolas de Vila Verde e Ana Caridade), bem como a apresentação da ‘Coleção Tradição 2018’ e o Workshop ‘À Conversa Com Noivos’, ambas a cargo da Elisa Handmade Stories. Ao serão, tempo para ‘Namorar Lanhas’, durante um jantar com programa cultural associado (Junta de Freguesia de Lanhas).

 

A tarde fria e chuvosa de inverno contrastava com o ambiente caloroso e acolhedor que se vivia na Quinta Vale Do Homem, em Amares, onde decorreu, durante a tarde de ontem, mais um workshop inserido no Mês do Romance. Desta feita, os participantes puderam beber do conhecimento dos responsáveis pelo Workshop de Compotas e Vinho Verde, para mais tarde beberem e saborearem o néctar propriamente dito. A Socalcos do Bouro e a Quelha Branca partilharam com o público alguns segredos e técnicas por trás da criação dos seus deliciosos produtos. Em simultâneo, o Espaço Namorar Portugal, em Vila Verde, acolhia o workshop ‘Como Escolher o Meu Bouquet’. A criadora Verónica Teixeira esteve à conversa com as noivas para as ajudar a escolher o bouquet que mais se adequa aos seus gostos e ao tema do casamento. Com delicadeza e minúcia, Verónica Teixeira ‘desconstruiu’ e partilhou com as participantes a arte de criar um bouquet deslumbrante à vista e, em simultâneo, portador de um enorme simbolismo.

Um livro ternurento que cumpre uma importante missão social

A meio da tarde, pelas 17h00, novo banho de multidão no Centro de Artes e Cultura de Vila Verde. Desta feita, para assistir à apresentação de uma obra literária criada em contexto escolar, com intervenção direta de algumas turmas do Centro Escolar Monsenhor Elísio Araújo. ‘À Luz do Coração’ é o título de um livro ternurento que fala de amor. Da necessidade de o cultivar e disseminar. De recuperar o encanto e a magia da vida através da partilha de sentimentos. A obra, com coordenação da escritora Ana Caridade e ilustração de Carla Moreira, serve de base para um projeto educativo pioneiro a aplicar noutras turmas e escolas, tanto portuguesas como africanas, levado a cabo pela plataforma MOSAICO, com o apoio do Município de Vila Verde e do Agrupamento de Escolas de Vila Verde. Cecília Araújo foia Cecília Araújo, professora e coordenadora do projeto no Agrupamento de Escolas de Vila Verde. O livro cumprirá também uma importante missão social, já que as vendas revertem para a criação de uma biblioteca em São Tomé e Príncipe, com o intuito de facilitar o acesso ao conhecimento e à educação a crianças desfavorecidas. A sessão foi enriquecida pelo talento dos artistas de palmo e meio nas artes performativas, como a representação e a dança.

Porta-alianças & Livro de Mensagens “História de Amor – A cor do curação”

Por sua vez, a Elisa Handmade Stories voltou a inspirar-se nos motivos dos Lenços Namorar Portugal, apresentando ao mercado mais duas propostas para o dia do casamento. A nova linha, Porta-alianças & Livro de Mensagens “História de Amor – A cor do curação”, foi apresentada ao final da tarde de ontem, num espaço cultural de excelência da capital do Minho, a Livraria Centésima Página, em Braga. Dulce Rocha deu a conhecer dois livros encadernados artesanalmente, integralmente feitos à mão, este ano com uma inovação em termos de encadernação e costura, que será também uma novidade nos produtos da marca em 2018, e que nos remete para os antigos livros costurados pelos mestres livreiros. Totalmente personalizados para contar a história dos casais mais enamorados, os livros apresentados contam também a história dos lenços de namorados.

Dicas de planeamento e organização do casamento

A nobreza do linho e o coração vermelho em ponto de cruz remetem-nos para as origens dos lenços; e a aguarela, que no seu interior recria as cores e as formas dos elementos dos lenços, remete-nos para o alegre colorido que os lenços assumiram. A tradição e a modernidade tocam-se numa aliança recriada e reinventada. Ainda durante a tarde, Dulce Rocha, eterna apaixonada por tudo o que se relaciona com o tema do casamento, conduziu o workshop “À conversa com noivos”, num ambiente acolhedor e descontraído, para contrariar o cinzento do dia. A responsável pela Elisa Handmade Stories partilhou com noivos algumas das dicas, estratégias e ferramentas que a ajudaram, e ao seu noivo, no planeamento e organização do casamento e que também poderão ser úteis a quem agora está a viver esta fase.

Mais de 340 pessoas a Namorar Lanhas

Mais tarde, a Cina Quinta recebeu mais de 340 pessoas que aceitaram o repto da Junta de Freguesia local e passaram o serão a ‘Namorar Lanhas’. Uma demonstração maciça de amor pela freguesia que atraiu também muitos visitantes e culminou numa noite memorável. A decoração de requinte, a excelência da gastronomia, os espetáculos de música ao vivo e o ambiente de amizade e convívio deram o tónico para mais um evento com a chancela de qualidade a que as iniciativas do Mês do Romance já habituaram o público. Um jantar de confraternização com programa cultural associado que visou, acima de tudo, fortalecer os elos entre a comunidade, como destacou o presidente da Junta de Freguesia de Lanhas, Bruno Eiras.