page up
voltar ao topo
Notícias
Luza e Aliança Artesanal derreteram corações com as novas linhas Namorar Portugal!
Março 01, 2018

 

O Mês do Romance já entrou na reta final, mas mantém o fulgor e a impressionante dinâmica a que habituou o público desde o início desta longa maratona. Uma programação intensa e apaixonante, que, ao longo de 38 dias (26 de janeiro a 04 de março), se desdobra em mais de uma centena de iniciativas de celebração do amor e da genuína tradição minhota. Além das inúmeras iniciativas programadas para o próximo fim de semana (02 a 04 de março), continuamos a conhecer novas linhas de produtos Namorar Portugal.

Ontem, 28 de fevereiro, a Luza voltou a deslumbrar o público com a elegante coleção de acessórios de moda, fios e pulseiras em prata que incorporam o pendente ‘Coração Vila Verde’. Hoje, 01 de março, tempo para conhecer a nova linha de produtos da Aliança Artesanal, instituição que há 30 anos se dedica há preservação, recriação e promoção do maior ícone cultural do concelho. Em ano de comemorações do 30º aniversário da cooperativa, as artesãs apresentaram uma linha composta por artigos têxteis e de decoração. Todos os produtos são inspirados nos motivos dos Lenços Namorar Portugal.

Luza: Pulseiras e fios em prata com o pendente ‘Coração de Vila Verde’

A LUZA, empresa que reinterpreta com arte e mestria a tradição lusitana, lançou ontem, 28 de fevereiro, no Espaço Namorar Portugal (Vila Verde), a sua nova coleção na marca territorial do Município de Vila Verde. Depois apresentar duas linhas de colares coloridos, este ano, a Luza apostou numa coleção de pulseiras e fios em prata e prata banhada a ouro, incorporando o 'Coração Vila Verde', que dá nome à nova linha de acessórios de moda. No pendente em forma de coração estão gravados os motivos dos Lenços Namorar Portugal e o verso 'Nosso amor ade acabar cando esta pomba buar'. A representante da marca, Alina Bagrin, revelou ainda que, em breve, serão lançadas propostas na mesma linha, mas em prata banhada a ouro rosa.

Aliança Artesanal: Artigos de decoração e pólos com os motivos dos Lenços

Em ano de comemorações do 30º aniversário da Cooperativa Aliança Artesanal, as artesãs voltaram a brindar o público com uma encantadora linha de produtos Namorar Portugal. Cristina Lopes, representante da Aliança Artesanal, começou por agradecer ao Município de Vila Verde o apoio durante este percurso. “Celebramos 30 anos de existência, mas sem a ajuda da Câmara Municipal de Vila Verde nesta longa caminhada, não teríamos chegado tão longe. Já estamos a Namorar Portugal e também o mundo, porque o mundo precisa de muito amor!”, afirmou, antes de passar à apresentação da nova linha de produtos. O destaque maior vai para os artigos de decoração, molduras e pequenas almofadas em que estão bordados (nuns casos à mão e noutros à máquina) os motivos dos Lenços Namorar Portugal. A Aliança Artesanal apresentou também uma linha têxtil, composta por pólos que incorporam os bordados dos Lenços.

Júlia Fernandes: Mãos que preservam e perpetuam tradições!

Presente em ambas as sessões, a vereadora da Cultura do Município de Vila Verde congratulou os parceiros pela qualidade e beleza nas novas coleções. Júlia Fernandes fez também questão de deixar uma palavra especial para as bordadeiras da Cooperativa Aliança Artesanal, que celebra este ano uma data muito especial. “É nas mãos das bordadeiras que está o perpetuar da tradição. A Aliança Artesanal teve um papel fundamental na promoção do maior ícone cultural do concelho e é o berço de toda esta programação”, afirmou Júlia Fernandes, recordando que, nos dias de hoje, chegam ao Centro de Dinamização Artesanal – Aliança Artesanal, em Vila Verde, excursões vindas de vários pontos do país para conhecer o viveiro desta tradição ancestral, que remonta ao século XVIII.

António Vilela: “É um orgulho enorme encontrar Vila Verde em qualquer canto do país e em muitos locais pelo mundo fora”

Por sua vez, o presidente do Município de Vila Verde, António Vilela, não poupou elogios aos produtos apresentados pela Luza e pela Aliança Artesanal, sublinhando que a qualidade do trabalho desenvolvido por estes e por outros parceiros tem sido fundamental no processo de crescimento da marca territorial vilaverdense. “É um orgulho enorme encontrar Vila Verde em qualquer canto do país e em muitos locais pelo mundo fora”, referiu o edil, antes de parabenizar as aniversariantes. “Quero deixar uma palavra de forte agradecimento e reconhecimento pelo trabalho meritório desenvolvido com dedicação e afinco ao longo destes 30 anos, muito importante para o concelho e até para o país. Um trabalho de preservação da nossa história que, valoriza também a nossa terra e as nossas gentes, contribuindo para o desenvolvimento da economia local e nacional”, vincou António Vilela, acrescentando que a mensagem de paz, amizade e amor veiculada pelos Lenços e demais produtos Namorar Portugal é cada vez mais importante num mundo em que, infelizmente, continuam os conflitos continuam a proliferar.