page up
voltar ao topo
Notícias
Exposição ‘Santo António’ e Evocação da 1ª Grande Guerra no arranque das Antoninas de Vila Verde
Junho 05, 2017

Em Vila Verde, o pontapé de saída da edição de 2017 das Festividades em Honra de Santo António é dado por duas iniciativas de índole cultural. Amanhã, 06 de junho, a nota de maior destaque vai para a inauguração da Exposição ‘Santo António’, marcada para as 10h00, nos Paços do Concelho. A iniciativa incitou dezenas de alunos vilaverdenses à criação artística, desafiando-os a criarem ou recriarem a figura do Santo Padroeiro de Vila Verde. Um trabalho de estimulação artística e cultural, com uma inevitável reflexão sobre a tradição local, que resultou na criação das 25 figuras que compõem o espólio da exposição. A mostra foi desenvolvida no âmbito do projeto Escola + Verde, estará aberta ao público de 06 a 30 de junho.

Dois dias depois, a 08 de junho, o Município de Vila Verde promove, em parceria com o Núcleo de Braga da Liga dos Combatente, a Cerimónia de Evocação do Centenário da 1ª Grande Guerra. O evento inicia às 10h00, com a inauguração da Exposição “Vilaverdenses na 1ª Grande Guerra”, composta por 16 painéis que retratam a história dos militares vilaverdenses no conflito, vários documentários históricos e um espólio diversificado (capacetes, armas, máscaras de gás…).

Painéis, documentários e espólio diversificado

De seguida, tem lugar a palestra do comissário cientifico Albino Penteado Neiva, sobre os cerca de 400 militares deste Concelho que partiram para a Grande Guerra. Através de documentos de época e relatos de familiares, o orador vai apresentar ao público a experiência vivida pelos soldados. Albino Penteado Neiva prepara-se para editar, este ano, um livro sobre o mesmo tema. No final será feita uma homenagem a todos os militares vilaverdenses que estiveram no palco da guerra entre 1914-1918, em África e na Flandres, que vai decorrer junto ao Monumento em Honra dos Combatentes, situado na Praça de República, no centro de Vila Verde, onde será colocada uma coroa de flores para evocar e homenagear os que perderam a vida a defender a pátria.

“Uma combinação harmoniosa entre tradição e vanguarda”

A cerimónia será abrilhantada com uma atuação da Academia de Música de Vila Verde, que vai interpretar a “Canção da Brigada do Minho”, música para piano e canto, com letra de Ernesto Sardinha, Alferes da Infantaria e música de Inácio M. da Costa, Chefe de Música de Infantaria, que escreveram esta canção em palco de guerra. As festas populares propriamente ditas vão decorrer de 09 a 13 de junho, período em que são esperados milhares de visitantes no concelho de Vila Verde. As festividades em honra de Santo António afiguram-se como uma montra privilegiada de promoção da cultura e do território. Uma combinação harmoniosa entre tradição e vanguarda, através de um programa que alia a etnografia e a tradição local aos ritmos da modernidade.

Amor Electro e Richie Campbell são os cabeças de cartaz

 

Os nomes maiores do cartaz são artistas conceituados no panorama nacional e internacional da música. Amor Electro e Richie Campbell prometem arrastar consigo autênticas legiões de fãs e conquistar largos milhares de visitantes, que chegam ao coração do Minho para assistirem ao vivo e a título totalmente gratuito a dois espetáculos de grande qualidade. Aos concertos juntam-se a dezenas de iniciativas de promoção, divulgação e celebração da tradição local, compondo um programa rico e diversificado, que vai certamente fazer as delícias de miúdos e graúdos, vilaverdenses e visitantes.