page up
voltar ao topo
Notícias
Programação ‘Fevereiro, Mês do Romance’ encerrou com arte, cultura e muito amor!
Março 06, 2017

Dança, música ao vivo, saraus, workshops, apresentação de novos produtos, desfiles de moda e muito mais. Ao longo de 38 dias, o coração do Minho palpitou de forma galopante num ritmo frenético e inebriante catalisado pela programação mais romântica do país. ‘Fevereiro, Mês do Romance’ desdobrou-se em quase uma centena de iniciativas de índole diversificada, inspiradas nos motivos dos Lenços de Namorados. Vila Verde viveu e respirou amor, exalando a inebriante fragrância do romance e envolvendo o país e o mudo num abraço terno e apertado, como mandam as escritas de amor da tradição minhota. Uma densa e emotiva programação que encerrou como tinha começado, com arte, cultura e muito amor.

 

No sábado, 04 de março, a Escola de Música da Junta de Freguesia da Vila de Prado fechou com chave de ouro a extensa agenda cultural do Mês do Romance. Um eletrizante espetáculo de música ao vivo, que arrancou chuvas de aplausos à larga plateia que lotou o auditório da autarquia pradense e comprovou de forma categórica o imenso talento de alunos e professores de uma das mais afamadas escolas de música da região. Ontem, 05 de março, o Cantinho das Noivas ajudou vários casais a preparar um dia de casamento ainda mais especial, com atendimento personalizado e dicas de profissionais qualificados.

Tudo para o casamento com os motivos dos Lenços de Namorados

As noivas puderam experimentar o vestido e os sapatos e provar o bolo. Tirar ideias para os convites, lembranças, álbuns e o bouquet, além dos serviços de fotografia, cabeleireiro e de maquilhagem. Tudo inspirado no amor e afeto de um dos maiores ícones culturais do nosso país, os Lenços de Namorados. O Cantinho das Noivas também esteve a ouvir as histórias dos noivos que nos visitaram durante o fim de semana (04 e 05 de março) com o objetivo de premiar o pedido de casamento mais original com um belíssimo Lenço de Namorados personalizado. O vencedor foi o Bruno Melhôr, de Santo Tirso, pela proposta à Diana Antunes, enquanto cruzavam os céus.

Uma dinâmica impressionante

Em jeito de balanço aproveitamos para recordar as declarações da vereadora da Cultura do Município de Vila Verde, Júlia Fernandes, a propósito da densa e rica programação que este ano se estendeu de 27 de janeiro a 05 de março. “Assistimos a inúmeras apresentações de novas linhas de produtos e os parceiros estão de parabéns pela grande dinâmica que demonstraram ao longo do mês e pelo imenso trabalho que desenvolvem durante todo o ano. Também tivemos o privilégio de presenciar vários eventos culturais e diversas formas de expressão artística. Tudo isto graças ao envolvimento das instituições, associações, empresas e pessoas que nos acompanharam”, afirmou Júlia Fernandes.

Monumento para homenagear os obreiros da tradição minhota

Por sua vez, o presidente do Município de Vila Verde não escondeu a enorme satisfação pelo sucesso da edição de 2017 do Mês do Romance e fez recentemente um balanço “extremamente positivo” da programação. António Vilela prosseguiu revelando que no próximo ano, em que se comemora o 30º aniversário da Cooperativa Aliança Artesanal, será inaugurado um monumento de homenagem a todos os que escreveram o seu nome na história da cultura e da tradição minhota. Uma escultura que pretende consagrar, tanto os criadores dos Lenços de Namorados, como todas as pessoas que se envolveram na preservação e promoção deste ícone cultural vilaverdense. O edil congratulou de forma especial as bordadeiras e todas as pessoas que estiveram envolvidas no projeto da Aliança Artesanal, que está na génese do imenso sucesso que a marca Namorar Portugal tem experienciado.

Impulsionar a economia e valorizar a cultura

 

António Vilela vincou a importância desta estratégia de valorização da cultura local, que hoje “leva o nome e a cultura de Vila Verde e Portugal aos quatro cantos do mundo, ajudando a promover o desenvolvimento”. “Este ano, a marca recebeu dez novos parceiros. No total conta com 60 promotores, que estão cada vez mais empenhados e confiantes numa marca que continua a dinamizar a economia com base num ícone da cultura e da tradição. Ao longo desta programação, todos os parceiros que apresentaram produtos falaram em crescimento das vendas e muitos revelaram que, de um ano para o outro, duplicaram o seu volume de negócios associados à marca Namorar Portugal”, vincou o presidente do Município de Vila Verde, acrescentando que “são produtos com valor acrescentado, muitos dos quais únicos e totalmente personalizáveis”.