page up
voltar ao topo
Notícias
Casa cheia para um apaixonante Recital de Dança da Ent’Artes
Março 04, 2017

O coração do Minho voltou a respirar arte e cultura em mais uma noite de espetáculos da programação ‘Fevereiro, Mês do Romance’, do Município de Vila Verde. Ontem, 03 de março, o Centro de Artes e Cultura de Vila Verde esteve de lotação esgotada para assistir a um apaixonante Recital de Dança preparado pela escola Ent’Artes. Um espetáculo de grande qualidade, que cativou a plateia do primeiro ao último minuto e contou com a participação de vários bailarinos premiados nacional e internacionalmente, entre os quais vários jovens vilaverdenses.

Os alunos da Ent’Artes não deixaram créditos por mãos alheias e mostraram em palco o motivo do imenso sucesso que têm granjeado. Ainda no fim de semana passado, 24 e 25 de fevereiro, fizeram um brilharete no Dance World Cup 2017, regressando a casa com nove medalhas na bagagem, em diferentes categorias. Para abril de 2017 está já marcada uma viagem a Nova Iorque, onde vão representar o distrito e o país na Grande Final “YAGP – YOUTH AMERICA GRANP PRIX. A Ent’Artes explica resumidamente o que motiva alunos e professores a entregarem-se apaixonadamente a esta forma de arte. “A dança é a arte de expressar sentimentos e emoções. Dançar é como crescer. Para além do talento natural, a dança é uma constante aprendizagem, que exige dedicação e muitas horas de trabalho, procurando conciliar harmoniosamente a força e a sensibilidade”.

Atividades culturais com forte expressão durante o Mês do Romance

Presente na sessão, a vereadora da Cultura do Município de Vila Verde sublinhou que o espetáculo “foi excecional”. Numa altura em que a extensa e emotiva programação ‘Fevereiro, Mês do romance’ entra na reta final, Júlia Fernandes prosseguiu em jeito de balanço. “Ao longo de 38 dias tivemos perto de 100 iniciativas. Assistimos ao lançamento de inúmeras novas linhas de produtos inspirado nos motivos dos Lenços de Namorados e também a vários espetáculos culturais. Ao longo do programa, esta casa testemunhou espetáculos magníficos e encerrámos hoje com chave de ouro as diversas atividades do Mês do Romance albergadas pelo Centro de Artes e Cultura de Vila Verde”, afirmou a vereadora da Cultura.

“São momentos como este que nos enchem o coração”

À semelhança da bela moldura humana que preencheu a sala de espetáculos, Júlia Fernandes também ficou siderada com a qualidade dos jovens talentos. ”Um grupo de meninos e meninas com um talento extraordinário. São momentos como este que nos enchem o coração e que nos relembram constantemente da importância da aposta na área da cultura. Por vezes, em épocas de crise, a tendência é esquecer a cultura. Em Vila Verde, nunca a esquecemos e continuamos a trabalhar para a valorizar. A cultura é a alma de um povo, o que nos identifica e distingue”, afirmou. “O programa do Mês do Romance tem levado a marca Namorar Portugal a todos os continentes. Neste momento fala-se de Lenços de Namorados e de Vila Verde um pouco por todo o mundo. Queremos continuar a espalhar as mensagens e escritas de amor num mundo que precisa cada vez mais de ser lembrado da importância dos sentimentos e afetos”, concluiu a vereadora da Cultura.

 

Por sua vez, Manuel Lopes, vereador e vice-presidente do Município de Vila Verde, não escondeu a satisfação pela performance de grande qualidade protagonizada por talentos tão jovens e com um imenso potencial. “Gostaria de agradecer a estes jovens e aos professores pelo belíssimo espetáculo que nos proporcionaram. Uma notável prestação que enriqueceu o serão e o Mês do Romance. Tenho a certeza que estaremos muito bem representados em Nova Iorque”, referiu Manuel Lopes, acrescentando que foi desenvolvido um trabalho meritório por parte do Município de Vila Verde em geral e de forma mais particular do pelouro da Cultura, sob a tutela da vereadora Júlia Fernandes, durante a programação ‘Fevereiro – Mês do Romance’, que levou “as escritas de amor dos Lenços de Namorados a todo o planeta”.