page up
voltar ao topo
Notícias
Novas linhas de produtos da Teciborda, Ecoemotion e Footnote e apresentação do livro ‘O menino que dava abraços de chocolate’
Fevereiro 18, 2017

O fim de semana arrancou a todo o vapor com várias iniciativas inseridas a intensa e emotiva programação ‘Fevereiro, Mês do Romance’, do Município de Vila Verde. Ontem, 17 de fevereiro, o dia começou com a apresentação da linha de utensílios de cozinha da Teciborda, que vai trazer mais encanto aos lares de Norte a Sul de Portugal. Da parte da tarde, o destaque vai para o regresso da marca Namorar Portugal à Loja Interativa de Turismo de Braga, um palco privilegiado para o lançamento da coleção ‘Simbiose’ da Footnote, com acessórios em pele e burel, e da Coleção Namorados 2017, da Ecoemotion, em que a cortiça voltou a ser rainha e senhora, fundindo-se com os motivos dos Lenços de Namorados em produtos diversos. Ao serão, o Centro de Artes e Cultura de Vila Verde estava a ‘rebentar pelas costuras’ para o lançamento do livro ‘O menino que dava abraços de chocolate’, uma ternurenta obra criada por vários alunos vilaverdenses.

 

Utensílios de cozinha estão mais coloridos e atrativos

A empresa vilaverdense Teciborda voltou a inspirar-se nos ternurentos motivos dos Lenços de Namorados para criar uma nova linha de produtos, que foi apresentada ontem no Espaço Namorar Portugal, em Vila Verde. Os utensílios de cozinha estão agora mais coloridos e atrativos, preparados para dar um brilho especial aos lares portugueses, além de se revelarem excelentes propostas para setores profissionais como a restauração e a hotelaria. “Muitos dos nossos clientes solicitavam objetos utilitários, para usar no dia-a-dia, e achámos que dentro do leque de produtos Namorar Portugal havia espaço para esta linha. Temos cestinhos para o pão, porta guardanapos e porta talheres, entre muitos outros. Temos opções com bordado à mão e com bordado à máquina”, afirmou Céu Cunha, responsável pela Teciborda.

Acessórios de moda em pele e burel

Ao início da tarde, a marca Namorar Portugal regressou à capital do Minho para apresentar duas novas linhas de produtos numa montra privilegiada, a Loja Interativa de Turismo de Braga. A Footnote lançou a coleção 'Simbiose', com deslumbrantes acessórios de moda (carteiras, bolsas, porta-moedas) inspirados nos motivos dos Lenços de Namorados. “Utilizámos materiais diferentes da génese da Footnote, que é a câmara de ar. Esta é uma linha de pele e burel, produtos nobres que complementam a nova coleção. O nome ‘Simbiose’ simboliza a junção de materiais que normalmente não são utilizados neste tipo de artigos. Estamos neste projeto há alguns anos e tentamos sempre inovar com novos produtos e novas abordagens dentro da temática dos Lenços de Namorados, incorporando o melhor da nossa cultura nos artigos de moda”, referiu António Macedo, responsável pela Footnote.

A cortiça funde-se com a tradição minhota

Por sua vez, a Ecoemotion voltou a surpreender com as suas propostas ecológicas. A cortiça é rainha e senhora e funde-se de forma sublime com as escritas de amor da tradição minhota em produtos tão diversos como os cadernos, carteiras, agendas e guardas-chuva, entre outros. “A Ecoemotion prima pela sustentabilidade ambiental e social. Todos produtos são fabricados com a matéria prima mais ecológica que conhecemos, a cortiça, a que se adiciona o papel 100% reciclado, a tinta sem solvente, a cola à base de agua e a gravação a cores”, referiu o responsável pela empresa, Carlos Maia, revelando ainda que “o número de vendas do tema dos namorados nas lojas de turismo tem aumentado de forma exponencial”.

“Produtos da marca namorar Portugal dão um exemplo à sociedade”

O Município de Braga esteve representado na sessão por António Barroso, que começou por dizer que a cidade está sempre de portas abertas para o Município de Vila Verde e que a exposição de produtos Namorar Portugal “teve muito sucesso e também para nós foi importante termos aqui esta mais-valia, que enriqueceu este espaço por onde passam milhares de pessoas de todo o mundo”. António Barroso prosseguiu congratulando a Footnote e a Ecoemotion pelas linhas de produtos apresentadas, que “espelham bem o ADN deste projeto, a inovação na tradição”. “Estes e outros produtos da marca namorar Portugal dão um exemplo à sociedade de que é possível criar novos projetos e de que o empreendedorismo pode aproveitar esta alavanca e conquistar mercado, como tem sido feito pelo Município de Vila Verde e pelos parceiros. Tem causado um impacto muito positivo na região e no país, é com gosto e afinco que queremos continuara a trabalhar juntos”, concluiu.

Dinamizar a economia, promover a cultura e valorizar o território

Por seu turno, o presidente do Município de Vila Verde, António Vilela, não conseguiu disfarçar a satisfação ao ouvir, uma vez mais, diretamente dos promotores, que a marca territorial vilaverdense tem sido um catalisador do sucesso dos respetivos projetos. Desta forma, o projeto cumpre os seus desígnios maiores, aliar a preservação e promoção do legado cultural à dinamização do tecido económico e social, criando uma montra privilegiada do potencial da região e do país enquanto valoriza e divulga o território. O edil prosseguiu elogiando a capacidade dos parceiros que “continuam sistematicamente a procurar criar e inovar”. “A segunda metade desta programação está no começo e já pudemos assistir a um grande número de lançamentos de novas linhas de produtos, todas de grande qualidade. Este é um projeto vencedor que tem ajudado a desenvolver a economia local e nacional. Os parceiros vendem os seus produtos pelo país e pelo mundo, dinamizam a economia e contribuem para a projetar e valoriza o território”, vincou António Vilela.

O ternurento livro ‘O menino que dava abraços de chocolate”

 

O serão trouxe consigo mais um sublime momento em que a ternura e a cultura entrelaçaram as mãos. O Centro de Artes e Cultura de Vila Verde estava a abarrotar para a apresentação do livro ‘O menino que dava abraços de chocolate’, da autoria dos alunos do 4ª ano (2015/16), da Turma 33, do Centro Escolar Monsenhor Elísio Araújo, com a ajuda da professora Cecília Araújo. Uma noite emotiva, em que os autores de palmo e meio foram as estrelas maiores e conduziram um evento emotivo, em que houve tempo ainda para música ao vivo e declamação de poesia. O livro fala-nos de um menino que distribuía amor e afeto, influenciando positivamente os outros, numa chamada de atenção para a importância da boa educação e de valores e sentimentos como a amizade, a empatia e a solidariedade.