page up
voltar ao topo
Notícias
Fernando Pereira juntou a arte do tear aos deslumbrantes motivos da tradição minhota
Fevereiro 26, 2016

O aboinobrense Fernando Pereira apresentou hoje ao público uma linha de vestuário elegante e sofisticada, em que aliou a arte do tear aos deslumbrantes motivos dos Lenços de Namorados. A união sublime entre duas das mais carismáticas tradições nacionais serviu de inspiração para a criação de uma linha de vestuário elegante e sofisticada, numa aliança harmoniosa entre tradição e modernidade. A apresentação dos produtos da ‘Tearte’ Decorreu durante a manhã de hoje, 26 de fevereiro, no Espaço Namorar Portugal, localizado no Centro de Dinamização Artesanal de Vila Verde.

 

Prémio na Gala Namorar Portugal permite antever futuro auspicioso

Uma linha deslumbrante a que não ficaram indiferentes especialistas de reputação nacional, já que um dos coordenados inseridos na Tearte arrecadou o terceiro prémio da Gala Namorar Portugal 2016, como lembrou a vereadora da Cultura do Município de Vila Verde. “Como podemos ver, está aqui o coordenado que foi terceiro classificado na Gala Namorar Portugal, atribuído pelo nosso júri que, como sabem, era composto por estilistas e também por representantes das universidades do Minho e do IPCA” afirmou Júlia Fernandes, deixando fortes elogios a uma linha constituída por cachecóis, ponchos, capas, casacos e saias, produzida por “um vilaverdense de gema”.

“Um homem de Aboim da Nóbrega, uma das freguesias onde foram recolhidos mais Lenços de Namorados. É um trabalho excecional feito pela doutora Maria do Carmo, que queria aqui de certa forma relembrar”, afirmou a vereadora da Cultura, antevendo um futuro auspicioso para o projeto. “Esta coleção conquista-nos logo pela beleza, por todo o colorido dos seus coordenados e, acima de tudo, porque é um produto feito à mão com muito amor e portanto vai fazer com certeza as delícias do público”, frisou.

Um namoro de longa data que foi agora consumado

Depois de as vicissitudes da vida se terem encarregue de colocar Fernando Pereira no desemprego, o vilaverdense não se conformou e encontrou nas suas paixões a solução para trilhar um caminho que, para já se tem revelado recheado de êxitos e conquistas. O criador assume-se com um apaixonado pelas tradições minhotas e, como seria de esperar, foi só uma questão de tempo até a paixão virar um relacionamento mais sério. “Em Maio do ano passado fiquei desempregado e isso fez-me pensar na vida e no que poderia fazer de futuro. Gosto muito das nossas tradições, ando ‘envolvido’ com os Lenços de Namorados há quase trinta anos”, confessou, com o despudor de quem gosta genuinamente do que faz.

O incentivo de alguns amigos e do Município de Vila Verde foi o tónico que faltava para consumar um namoro antigo e passar a integrar a marca territorial vilaverdense. “Tenho tido muitas encomendas mais ligadas à área da tecelagem artesanal e ao folclore, que também é uma área de que gosto bastante. Adoro os Lenços de Namorados, em Aboim da Nóbrega tenho cerca de noventa identificados. Foi esse trabalho que me levou a passar para a tecelagem, entrelaçando as técnicas que aprendi com os motivos dos Lenços”, afirmou Fernando Pereira, acrescentando ainda que “este trabalho é inspirado no Lenço de Ponto Cruz Colorido, como lhe chamamos em Aboim”.

“É claramente um projeto ganhador”

Por sua vez, o presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, António Vilela, enalteceu uma linha de produtos de “altíssima qualidade”, que “não chama a atenção apenas pela grande beleza mas também pela forma como são fabricados, com o recurso ao tear”. O edil prosseguiu desafinado desde já o novo parceiro Namorar Portugal a continuar a inovar e quem sabe apresentar novas propostas dentro do magnífico trabalho que vem desenvolvendo numa freguesia vilaverdense intimamente ligada ao processo de recuperação de revitalização desta tradição Minhota. “Aboim é uma terra riquíssima em tradições e ajudou de uma forma muito consistente a que este património viesse ao de cima. A Doutora Júlia já falou da dona Maria do Carmo Pereira Rocha, que foi uma das mentoras deste processo, em conjunto com a dona Conceição”, afirmou.

 

O edil voltou a sublinhar a qualidade e beleza de artigos que “vão colocar as nossas meninas e mulheres ainda mais bonitas”. “Gosto muito dos padrões utilizados, são muito interessantes, é claramente um projeto ganhador e a marca Namorar Portugal sai valorizada. Gostaria de lhe dar as boas vindas e demonstrar a nossa satisfação por o acolhermos nesta numerosa família”, concluiu.