page up
voltar ao topo
Notícias
Aurora Cunha e Filomena Costa apadrinham a 1ª Meia Maratona dos Namorados
Janeiro 14, 2016

A programação turístico-cultural ‘Fevereiro, Mês do Romance’, do Município de Vila Verde, está cada vez mais abrangente e eclética. Uma das grandes novidades da edição deste ano é a organização de um evento desportivo de grande envergadura, que representa uma iniciativa inédita no concelho. Aurora Cunha, antiga glória nacional do atletismo, e Filomena Costa, atleta bracarense no ativo com várias medalhas dentro e fora de portas, estiveram hoje (14 de janeiro), em Vila Verde para apadrinhar a 1ª Meia Maratona dos Namorados, que se vai realizar precisamente em Dia de S. Valentim, 14 de fevereiro, pelas 10h00. A iniciativa foi apresentada durante a manhã de hoje, na Sala de Conferências dos Paços do Concelho.

 

A prova vem enriquecer o rol de iniciativas inseridas previstas para o mês de fevereiro, procurando contribuir de forma significativa para fomentar a prática de exercício físico, promover hábitos de vida saudável e ajudar a diversificar a oferta desportiva existente no concelho. Por outro lado, também se revela um evento inclusivo e solidário. Inclusivo, porque engloba ainda uma mini maratona de 10 Km e uma caminhada de 6Km, de modo a que a eventual falta de preparação física não se afigure como um obstáculo e toda a família possa participar. O cariz solidário advém do facto de a receita reverter para causas sociais, entre as quais se destaca a construção de um centro de abrigo para vítimas de violência doméstica.

Prémios muito atrativos

Os prémios representam outro dos atrativos da prova. Os vencedores da meia maratona recebem um prémio monetário de mil euros cada. Os primeiros classificados da minimaratona ganham estadia para duas noites em Vila Verde (pensão completa), tal como o ‘Melhor Casal’, entre outros que poderá consultar no regulamento. As inscrições podem ser efetuadas na Escola Profissional Amar Terra Verde, no Complexo de Lazer de Vila Verde (EPATV), nas Piscinas Municipais de Prado ou online em www.epatv.pt. A Meia Maratona dos Namorados é uma atividade de natureza desportiva, na modalidade de Atletismo, organizada no âmbito do Programa Nacional de Desporto para Todos, pela EPATV em parceria com o Município de Vila Verde, o Instituto Português do Desporto e da Juventude (IPDJ) e outros parceiros/patrocinadores.

Atletismo quer ganhar expressão em Vila Verde

A inauguração da sessão coube ao presidente do Município de Vila Verde. António Vilela começou por sublinhar a importância de reforçar a componente desportiva da programação alargada ‘Fevereiro, Mês do Romance’, que resulta num “mês repleto de atividades dedicadas aos motivos dos Lenços dos Namorados, de grande visibilidade para Vila Verde, com forte promoção da sua cultura e economia”. O edil revelou que as expectativas são elevadas e que se espera um grande nível de participação popular, de modo que este momento se possa assumir como “o pontapé de saída para que o atletismo possa ganhar mais expressão em vila Verde”. Por seu turno, o vereador do Desporto, Patrício Araújo, reiterou o apelo para que os vilaverdenses adiram e participem num evento que também cumpre o desígnio de “contribuir para diversificar a oferta ao nível desportivo no concelho”.

O Diretor Regional do IPDJ deixou uma palavra de reconhecimento ao Município de Vila Verde pelo trabalho desenvolvido entorno da marca territorial namorar Portugal e da programação ‘Fevereiro, Mês do Romance’, que recebe agora um evento desportivo e solidário. Manuel Barros fez ainda questão de felicitar Aurora Cunha pelo trabalho meritório que vem desenvolvendo na promoção do desporto, mas também no âmbito pedagógico e humanitário que lhe está associado. Por sua vez, a lenda viva do atletismo, Aurora Cunha, sublinhou a importância da causa social associada a este evento desportivo e deixou o repto para os casais de namorados para que, além de participarem na iniciativa, venham passar o fim-de-semana Vila Verde. “Vale a pena conhecer, é uma vila muito bonita, onde se come muito bem”, concluiu.