page up
voltar ao topo
Notícias
Mês do Romance 2016 vai ter mais dias e mais novos produtos
Março 01, 2015

No rescaldo da programação Fevereiro, Mês do Romance 2015, presidente do Município e vereadora da cultura de Vila Verde classificam de “melhor edição de sempre” esta edição, numa fase de afirmação nacional e internacional da marca Namorar Portugal. Em 2016 vão ser, provavelmente, mais os dias e os projetos apresentados, começando em janeiro e terminando em Março.

Se em 2015 foram 24 os projetos com a marca Namorar Portugal apresentados, em 2016 espera-se que sejam mais. Júlia Fernandes, vereadora da cultura, educação e ação social do Município de Vila Verde, que detém o pelouro responsável por analisar as propostas recebidas, confessou: “já estamos a realizar reuniões com potenciais parceiros vindos de todo o país. Por isso, se este ano foram apresentados 24 novos projetos, de outros tantos parceiros, e acreditando que a maioria deles já está pensar em novidades para a edição do próximo ano, quase de certeza que em 2016 vamos superar o número”.

Este facto pode obrigar a um alargamento do número de dias da programação, ideia confirmada pela responsável pelo pelouro da cultura: “ainda bem que o próximo ano é bissexto. Muito provavelmente vamos ter que esticar a programação para janeiro e março”.

No rescaldo da edição 2015, que teve 31 dias de duração consecutiva, com iniciativas diárias, o destaque vai para os 24 dias dedicados à apresentação dos 24 novos produtos ou linhas de produtos, que garantiu esta como tendo sido “senão a melhor, uma das melhores edições de sempre”, afirmação do presidente do Município de Vila Verde, António Vilela.

“Estamos numa fase de afirmação da marca, de alargamento de mercados. A diversidade de produtos neste momento alcançada vai permitir fazê-la evoluir ainda mais a nível nacional e internacional”, afirmou o líder do executivo municipal.

Para Júlia Fernandes a partir de agora a estratégia a seguir será a de diversificar os nichos e a variedade de produtos a lançar para o mercado: “Vamos ter que ser mais criteriosos. Ainda há bons nichos de mercado a explorar”.

O foco da marca está na internacionalização que se tornou mais tangível com o lançamento da loja online e com a estratégia abraçada por alguns dos atuais parceiros. Mas também é essencial agarrar outras oportunidades: “Estão candidaturas à porta vamos aproveitar ao máximo tudo o que sejam financiamentos, para Namorar Portugal marcar presença em eventos e feiras internacionais”, assegurou a responsável pela pasta da cultura.

Outro facto marcante é que a marca Namorar Portugal alcançou uma etapa essencial na dinâmica das vendas presenciais, através da abertura da primeira loja física permanente, que vai funcionar todos os dias, no novo Centro de Dinamização Artesanal. Um modelo que, espera o Município, "possa ser replicado em outros pontos do país".

Mas a programação do Mês do Romance proporcionou ainda uma atividade cultural rica durante os últimos cinco fins de semana, contando com o envolvimento de várias entidades parceiras. Tanto o presidente como a vereadora destacaram a gala Namorar Portugal como o evento âncora da programação, os concertos de Ano Novo e do Mês do Romance, o concurso de acessórios de moda e o evento de encerramento ‘E viveram felizes para sempre’, “para além dos desfiles de moda, que contaram com o envolvimento das escolas, os saraus culturais, de poesia e música e muitas outras atividades que enriqueceram a programação”, acrescentou a vereadora Júlia Fernandes.

“Este foi o mês em que Vila Verde foi falado pela positiva e pelos melhores aspetos, não só na Comunicação Social, mas também na área comercial”, salientou o presidente do Município, António Vilela que concluiu que “os objetivos para esta edição foram alcançados. Se não foi a melhor, foi uma das melhores de sempre”.

O autarca lembrou a raíz da programação “que é a prova de que, com base na tradição, no legado dos nossos antepassados, se consegue dinamizar a economia local”.

 


Vila Verde, Onde o Amor Acontece

Flávia Peixoto | FPXTCOM
Março 01, 2015