page up
voltar ao topo
Notícias
Mês do Romance começou a seduzir em Braga, com Sardinhas Namoradeiras
Janeiro 30, 2015

Começou Fevereiro, Mês do Romance, a programação dinamizada pelo Município de Vila Verde ao longo dos próximos 31 dias. A estreia 2015 passou por Braga, pela Loja Interativa de Turismo, que acolheu uma mostra de produtos Namorar Portugal, uma degustação de sabores do romance, um momento musical e a apresentação dos primeiros produtos: Sardinhas Namoradeiras.

Apesar da chuva no exterior, a Loja de Turismo de Braga esteve imbuída em clima de romance, não só pelos sons produzidos pela guitarra e a flauta dos alunos da Academia de Música de Vila verde, responsável pelo momento musical, nem pelos sabores irresistíveis do Pink Cake e dos chocolates Namorar Portugal da Chocolate com Pimenta, ou dos novos vinhos Namorar Portugal, o Rosé da Bonina e o Verde Branco Socalcos do Bouro. A sexta edição da programação Fevereiro, Mês do Romance começou fora das fronteiras do concelho de Vila verde, num ‘piscar de olhos’ aos turistas de Braga e Vila Verde levou a Braga o espírito do ‘Onde o Amor Acontece’...

A disposição para alinhar na estratégia da defesa regional da marca foi demonstrada pelo representante do executivo municipal de Braga, do gabinete de apoio à presidência do Município de Braga, na área do Turismo. “É com enorme gosto que acolhemos esta ação na nossa cidade. Namorar Portugal já não é uma marca apenas de Vila Verde. O que ela traz de diferenciador, através da inovação aplicada a um elemento tradicional como os Lenços de Namorados, tornam-na relevante para o turismo de toda esta região do Cávado e do Minho”.


Namoradeiras registadas

Mais uma linha de Namoradeiras foi apresentada pela Pó de Arroz, depois das belas bonecas que marcaram a temporada 2014 dos produtos lançados pela Namorar Portugal. Desta feita sardinhas pintadas com motivos e quadras dos lenços de Namorados, algumas adaptadas: “meu amor ade acabar quando esta sardinha nadar”.

Ana Domingues explicou que “há um registo de propriedade industrial para Namoradeiras associado à pintura de motivos de Lenços de Namorados nas bonecas e nas sardinhas”, embora tenham pensado noutros produtos que poderiam apresentar este ano, depois do sucesso das bonecas, “como Santo Antónios”.

O presidente do Município de Vila Verde, António Vilela, aproveitou esta ‘deixa’ e acrescentou que “provavelmente estão aqui e já a pensar no produto que vão apresentar no próximo ano”. “Isto tem sido um processo sistemático”, explicou o autarca, “não é possível conhecer todos os artesãos que trabalham sobre os motivos dos Lenços de Namorados, fora da marca Namorar Portugal, porque são muitos espalhados por todo o país”. António Vilela revela orgulho sobre a projeção sustentada dada a este ícone da cultura minhota, dando exemplos: “este verão houve um grande aumento de procura de visitas ao espaço da Aliança Artesanal; há ainda colecionadores das peças da Vista Alegre que procuram ter todos os Lenços com os motivos exibidos nas peças de porcelana”.

Para o Município de Vila Verde não há dúvida que este tem sido um percurso construído com estratégia sustentada, com vista a proporcionar a projeção económica e turística da região, alicerçada nesta programação que viu na sessão de hoje, realizada em Braga, “uma espécie de abertura da programação”, como referiu o autarca vilaverdense.

Amanhã, 31 de janeiro, às 17h00, vai acontecer um dos pontos altos desta edição do Mês do Romance: a abertura do espaço físico Namorar Portugal, a primeira loja da marca e que vai perdurar para lá da programação.


Vila Verde, Onde o Amor Acontece

 

Flávia Peixoto | FPXTCOM
Janeiro 30, 2015